é muito pouco

Não me olha assim
porque eu sou forte.
Sou o que quero ser
e sei o que quero de você.
Me atiça como fêmea
porque você é um macho
e eu quero tua virilidade,
tua violencia,
o peso da tua mão,
a força do teu instinto.
Eu quero que me vença,
que me violente,
que rasgue minha pose de seria,
que me arrebate,
me tire o tapete,
me ponha no espelho
e me mostre nua.
Que destrua minha sensatez,
que devaste meu centro,
que corrompa meus valores.
E não me chame de puta
porque é muito pouco.
via
ana.mmk
Anúncios

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: