Coisas Íntimas

Certa moça contou-me que há determinados sonhos, não necessariamente eróticos, que lhe resultam em gozo.

Vejam vocês o requinte de tortura a que uma mulher pode submeter outra. Disse que são “longos orgasmos, daqueles fisiológicos, em que se sente os músculos da beirada da vulva batendo palmas, e o cuzinho piscando”.

Eu mereço saber disso?

Como o diabo faz ora com o derrière do cristão, acordei agora, no meio da noite, após um sonho que merecia um orgasmo daqueles. Mas não. Mas não. Como eu piquei salsinha na tábua dos dez mandamentos, parece que fui banida do mundo dos gozos sonhadores.

Quero saber: sou só eu a frígida onírica??

A revolta toma conta do meu ser nesse momento, porque tudo o que eu precisava era dessa coisa de vulva (elegante a minha amiga, não?) batendo palmas e músculos piscando. Mas não. Mas não!

Todavia, como isso aqui não é o muro das lamentações, vou contar meu sonho.

Dormia eu o sono matinal dos justos e notívagos quando adentra a minha casa, a me chamar, um certo rapaz. Assustada com a inconveniência da visita naquele momento e pelo despertar incomum, fechei-me no banheiro e levei-o para dentro do box, onde passei-lhe uma descompostura em meio à qual, talvez por não saber o que fazer para me calar a boca, o espirituoso moço beijou-a.

O rosto dele era uma mistura de vários rostos. Ele não me disse nada, também nada perguntou. Mas era ele. Que eu quero tanto. E durante o beijo, do qual me lembro de não querer abrir mão, conquanto de fato aborrecida, pôs-se a virar-me, e foi me inclinando e, ainda sem nada dizer, entrou em mim.

Eu levei um susto, não pela situação, porque nos sonhos a gente nunca se preocupa com o que deve. Mas porque a sensação era muito boa. Era boa demais. E rara. Do tipo que só paus com consideravel diâmetro conseguem provocar tão rápido. Não que os outros não consigam, apenas requer um pouco mais de empenho.

Ele ficou ali me comendo pelo que pareceram horas (ai, os sonhos!), repetindo aquele movimento quase sem alterar o ritmo. E eu com medo de me mexer e tudo se desfazer. Uma Trepada Olho Mágico, manja, aqueles livrinhos que a gente fica vesgo olhando? Então, desse jeito! Eu ali, de olhos vidrados, numa transa que desde a primeira metida me levou a um patamar pré-orgástico, sensação até agora muito vívida, quando me dei conta de que faltava algo. Lembro de me perguntar: e agora, o que acontece? Isso me deu consciência de que era um sonho, e, acordei.

Sem gozar. Sem palmas. Sem piscadelas. Sem retrato, sem bilhete. Sem luar e sem violão.

Só eu, molhada, na noite tão muda quanto o meu amante, sentindo um latejar que reclamava a sua participação.

Mas não. Mas não.

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

6 respostas para “Coisas Íntimas

  • marina

    Faltava algo…faltava algo…falta algo. De tortura essa certa moça deve entender bem. Mas não, mas não. E tem certos moços que ainda se dão ao luxo de dizer em falsete: “não precisa…não precisa…”. Éééééé…rapadura é doce maishh num é mole não…

  • Maria

    ôô… Mistake! Que dó, que dó…

  • Juan

    ´Ele dela é ignorado, ela prá ele é ninguém
    Ela dormindo encantada, ele buscando-a sem tino …
    … Ele vem seguro e vencendo estrada e muro
    Chega onde em sonho ela mora`
    Arrasta-a prá detrás da porta e, numa só metida
    Leva-a a um estado pré-orgástico
    Nesse ponto a outra princesa, que dormia no quarto ao lado
    Chega prá participar da festa ´… e foram tantos beijos loucos, tantos gritos roucos como não se ouvia mais, e o mundo compreendeu e o dia amanheceu em paz …`

  • Carlos Reunam

    Invadir casas, peças e moças com silêncio, diâmetros, e abusado deleite… Em sonhos é fácil.
    Importaria uma narrativa em que o sujeito com o rosto de nenhum deles, ousasse chegar, se largasse a beijar, e com as justas medidas, fizesse gozar – para os músculos aplaudirem. Contaria essa, Mistake?
    E agora? Meter-se em sonhos… até eu.

    CarlosR.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: