Termômetro

Vamos combinar que ninguém nesse mundo é feliz sem ao menos um beijo na boca por dia. Isso devia ser uma meta.

Pense aí nos seus períodos de maior felicidade. Aposto meus títulos da dívida grega que você estava up to date com esta salutar prática.

Agora repasse os períodos infelizes… e…. nada de beijo na boca,
não é?

Avalie os seus relacionamentos. Quando a coisa começa a degringolar, mesmo antes de você saber que a vaca está indo pro brejo, se fizer uma retrospectiva, tá lá… deixaram de se beijar!

É possível ficar-se casado por anos, penso até que por consecutivas encarnações, sem dar beijo na boca. E a quem a gente quer enganar? Quando se perde o ímpeto de beijar a boca daquele outro ser, algo vai mal, muito mal. Eu diria até que acabou. Mas não vou generalizar.

O beijo na boca não é a causa, nem a cura. Mas é como parar de fumar. Nunca é tarde. As lesões vão estagnar, ao menos. Por isso, saia agora desse site e feche toda a pornografia que você tem aberta à sua frente, vá até aquele que em algum momento foi o amor da sua vida, olhe em seus olhos, segure sua nuca e aplique-lhe um beijo desses de lascar o cano, mesmo você não sendo bahiano, cabra beijador.

Não foi porque vocês deixaram de se beijar que as coisas ficaram ruins. E nem vão se acertar agora, com esse beijo. Mas, enquanto houver a possibilidade de um beijo, lhes asseguro: tem salvação.

E se não houver mais, lhes aconselho: rala peito.

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

3 respostas para “Termômetro

  • Maria

    Concordo. O beijo na boca é um termômetro e tanto…

    Mas é preciso ter língua envolvida! Senão o sujeito encosta o lábio de maneira burocrática e considera isso beijo na boca. Pior que não beijar, é beijar de forma burocrática!

    • mistakegirl

      E quando o dente encosta? e quando entra ar? e quando o lábio é frouxo? e quando a boca é mole? e quando é molahdo demais… o assunto é muito complexo… mas, se aquela boca um dia fez sua cabeça, vale sempre tentar de novo….

  • T.A.D.

    Eitcha… Acordou no dia dos finados querendo levantar os defuntos, heim? Mandou super-bem. Beijo na boca é, ao menos, energético.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: