das resoluções de Ano Novo

Mas hein, a quem eu estou querendo enganar?

Fato é que minha produtividade erótico-literária foi seriamente avariada.

Peço desculpas a mim mesma por ser assim tão suscetível.

Procuro explicar à Mistake Girl, como se ela tivesse 5 anos, o quanto de mim está depositado aqui, nesta janela perdida no grande Outro virtual em seu poder. Explico que ela é uma “penseira” emprestada pelo Dumbledore. Que preciso dela. Que ela por favor se manifeste.

Silêncio.

Com sua greve, a Mistake me põe no meu lugar para que eu me recorde do que importa. Com sua ausência, põe em perspectiva o desejo. Xeque-mate na euforia, na imaturidade, nos anseios banais.

Eu sou por ela, ela é por mim.

Para o ano, mes amis, prometo deixar a chuva molhar. Sem interferências desnecessárias. Sem suscetibilidades. Sem pessoas para feri-las. Sem explicações para dar.

Se você vier pro quer e vier comigo, a gente se cruza.

Anúncios

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

4 respostas para “das resoluções de Ano Novo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: