Considerações Introdutórias

Com atraso de uns anos, graças ao Netflix, estou assistindo The Tudors. E, como boa compulsiva, faço-o de modo despirocado: quatro temporadas em uma semana.

Antes mesmo de começar, já sabia que historicamente estava tudo errado, então relaxei e decidi assistir – notória noveleira que sou – como uma novela superproduzida.

Já que reduziram Henrique VIII a um tarado, era de se esperar cenas bacanas, daquelas que dão a reviravoltinha pélvica que eu sempre menciono. Até porque ao Jonathan Rhys Meyers assenta bem o papel, com aquela boca de chupador e aquele olho meio vidrado.

Mas sabe que não?

Quer dizer, sem dúvida as cenas são legais, especialmente a última transa entre Henrique e Ana Bolena com direito a tapas e arranhões, mas sei lá, essa coisa de a mulher sempre ficar por cima… sei que os caras curtem, e é legal mesmo, eventualmente, mas não é o meu gatilho.

E são vários, os gatilhos, e contra-gatilhos.

Exemplo de gatilho: pau entrando. E claro que aí já não estou mais falando da série da showtime, mas de filmes de sexo de um modo geral, além da literatura e da minha própria imaginação. Aquele momento que a maioria da produção pornográfica ignora ou subestima. O tênue segundo em que o casal decide que acabou a brincadeira. Cessam os beijinhos e carinhos sem ter fim, e parte-se para as vias de fato. Pau entrando. A ameaça, o toque, a introdução. Tríade sagrada do meu tesão.

Contra-gatilho: Cuspe. Pronto, cuspiu, broxei. Mas isso tem a ver com aquela minha confissão de que não gosto de fluídos, lembram? Rendeu, à época. Mas então agora retifico, é que não gosto de muita melação, especialmente se tiver saliva envolvida. Me dá nojinho. Eu juro que não sou muito de nojinho, mas pô, não faz sentido pra mim. Mó pegada maneira, pá de lá, pá de cá, pega ali, aperta acolá, e manda-lhe uma cusparada?!?! Fala sério mermão. Não sei você, mas eu tenho lubrificação suficiente para tornar tais práticas desnecessárias.

E acaba que tudo o que eu escrevo é no fundo uma ode a Henry Miller.

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

9 respostas para “Considerações Introdutórias

  • Maria

    Cara… cuspe é escatológico pra mim!

    É isso que eu falo que me incomoda na industria pornô que rege nossas vidas… entra na moda pra vender, e daqui a pouco tá todo mundo fazendo sem nem sequer pensar o motivo… que coisa!

  • Juan

    ok, entendi …
    mas como vou chupar a buceta das duas sem babar?? uso um babador ou fumo ´um daqueles de secar a boca` antes do vamô lá?!?!?!?
    maria … como o joão faz??!? e o senhor Mistake Guy??!?

  • mistakegirl

    Bem, acho que já está devidamente esclarecido… não preciso me pronunciar….

    • Juan

      o joão eu já vi que resolve na lambidinha, mas e o Mistake Guy? ou tbém vai fazer suspense?

      • mistakegirl

        Sabe aquela expressão de que “pra bom entendendor, pingo é letra”? Juan, se cair um pingo do I no seu olho, nem assim você entende um cazzo. Ô moléstia!

        Eu não me referia à saudável babinha resultante da salutar prática do cuniilingus, e sim à aviltante e escatológica cusparada, propalada pela indústria pornô e reproduzida eventualmente na vida real que já é triste o suficiente para contar com tais recursos.

        Mas eu não precisava estar dizendo isso porque Maria, a sagaz, já o fez com maestria, acima.

  • Mistake Girl

    E só pra constar, o Mistake Guy, se o há, está preservado num baú de prata dentro de mim. Deixa quieto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: