Férias

 

Não é que seja uma saudade. Não é que eu não possa suportar. Não é um drama.

É só uma falta persistente.

Um singelo e repetitivo recordar, nas horas mais improváveis.

Da voz, da tirada espirituosa, da risada, da pessoa mais interessante que eu sou, quando com ela.

É dizer para os olhos e ouvidos vivazes que ela tem, de mim, dos meus, da banalidade dos dias.

É uma percepção do incompleto em que se tornou a minha pele, sem a possibilidade da pele dela.

Não é que doa.

Mas lateja.

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

15 respostas para “Férias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: