Ontologia

 

A mim, me convém tudo e todas as coisas.

Todas as que eu puder sentir.

Coisas que me atravessem.

O que me cabe. O que me concedam.

O que escapulir dos mantos em que se embrulham os amores.

Eu sou o vento que perpassa a malha azul do suéter.

Eu quero um amor de Matrioshka.

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

3 respostas para “Ontologia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: