Mistake Malafaia Girl

Sexo é uma coisa que pode simplesmente não acontecer.

Você pode se apaixonar por alguém. Se derramar em amores.  Querer conhecer todos os sobrinhos. Achar linda, a pessoa. E pode, contudo, não querer trepar.

E não é culpa de ninguém que seja assim. A coisa complica e começa a envolver responsabilidades se as partes não são capazes de ter clareza quanto ao fato, e assumi-lo. Como tudo o mais, aliás.

Dependendo do nível de patologia emocional, essa é uma situação que pode se arrastar por anos, até que ou a parte desinteressada assume o desinteresse, ou a parte negligenciada finalmente compreende o que está acontecendo. Ou ambos se jogam da janela por tédio e frustração.

Seja como for, é uma situação delicada que pode criar traumas horripilantes em ambas as partes.

A raíz disso talvez esteja na dificuldade que temos em perceber o que realmente sentimos (e não, essa frase não foi pinçada da Marie Claire). E em outra via, entender qual é a visão objetiva que as outras pessoas têm acerca de nós. De nosso corpo, e também, como aprendi hoje de fonte inesperada e deliciosa, de nossa cenestesia (na verdade eu só precisava usar a palavra antes que esquecesse o significado, mas calhou bem).

Posso afirmar, com toda a segurança que minha bipolaridade permite,  que desejo não é algo que se construa. A parte desinteressada não conseguirá simular por muito tempo o olhar sobre a parte (para ela) desinteressante, que, por sua vez, tenderá a não acreditar na situação, que pode ser dramaticamente humilhante para a estrutura emocional de qualquer cristão, em especial se a recíproca não for verdadeira, como soe acontecer. E, fatalmente para todos, a verdade vai sendo escamoteada, com o prejuízo do tempo e da sanidade de todos os envolvidos.

Enfim, bem-aventurados aqueles que estão certos do próprio sex-appeal. Deles, literalmente, é o reino dos céus.

Contudo, mesmo para esses, vale uma reflexão um pouco mais detida quanto à sua auto-imagem. Ou não, porque de fato a ignorância é uma benção.

Tudo isso para dizer que não importando como você se pareça, ou como te fazem pensar que você se parece, creio firmemente que há um sapato velho para todo o pé cansado. Eventualmente mais de um par.

Questão de pôr a cabeça no lugar e começar tudo de novo.

Espero que tenham apreciado o momento auto-ajuda. Um oferecimento do Sindicato dos Condutores de Bondes para o amigo ouvinte, com o apoio do Rhum Creosotado.

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

3 respostas para “Mistake Malafaia Girl

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: