Que venha o fúcsia!

 

É preciso admitir: já tive sextas-feiras melhores.

Sexta de arrumar o ninho, ficar junto e dormir tranquila, sem ligar para o que havia além de minha janela com contact.

Sexta de olhar a praia, e esperar as coisas que a vida ia trazer. O luxo da ingenuidade.

De comer gorgonzola com pão, no frio da noite estrelada.

Já senti a deliciosa aflição do porvir. E veio. Foi tão bom.

Já parei no pôsto e tomei um energético. A noite prometia. E cumpriu.

Já acendi velas e luminárias e me vesti com cuidadoso desleixo, a esperar. E tive.

Já morri de rir, chapada e feliz, antes do show, comendo um galeto.

Já tive certeza de que aquele era um ponto alto na minha vida.

Já tive sextas-feiras piores, também.

Mas não essa. Essa não é ruim. Só é cáqui.

Sem perspectiva alguma. Sem cheiro, ou textura.

Amor retrancado.

Tesão, seguro em minhas mãos firmes, comandadas por uma razão que faz de mim, estranha.

Essa sexta-feira com gosto de limonada, como a que a Baronesa Schraeder toma com Herr Detweiler, n’A Noviça Rebelde. Uma limonada que não era boa nem ruim, só muito…. rosa.

Sempre detestei rosa.

 

Sobre mistakegirl

Vaca profana por princípio e vocação... la leche buena toda em mi garganta, la mala leche para los puretas... Ver todos os artigos de mistakegirl

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: